Abspannung

Cansaço

Chega aquela hora na vida de todo ser que ama o conhecer, sente um prazer báquico com ele, em que se cansa de falar e escrever para os outros, pois os ouvidos estão fechados, a vista está embaçada, o brinquedo está quebrado e não há outro para pôr no lugar. Não adianta mais falar sobre os tipos de coisa que nos importam; o desejo deles não é o nosso, e que assim continue, “pois os homens não são iguais” e o que queremos “eles não têm o direito de o querer”. Mas como alguém pode ter o direito de querer algo – pois é aí que está o ponto crucial de toda a questão: o querer não depende tão somente do querer como entendido pela maioria, mas o querer é o resultado de uma luta de instintos; e os instintos e as lutas que eles têm, os outros não têm e não têm o direito de tê-las, “pois os homens não são iguais”. E até isso soa horrível aos seus ouvidos. De nada vale criar textos e calhamaços de textos. Não adianta mais falar sobre o homossexualismo, racismo, violência e outras coisas. De que adianta se ainda assim os ouvidos estarão fechados, a visão turva? O que é isso? Niilismo de nossa parte? Estaremos nós negando a vontade criadora que temos em nós? Sigamos o conselho do mestre chinês: “o sábio age pelo não-agir. E ensina sem falar.”

Anúncios

Comentem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s