Verfall

Decadência

É como estar cansado. Como se as horas estivessem mortas. Como se os dias fossem piscadas. É como um rio transformado em lágrima. Coisas mortas, natimortos. Um aborto espontâneo. Incontrolavelmente livre – aprisionado como reflexo. Determinado aleatoriamente. Sujeitado inconscientemente. Bipolaridade existencial. Chicoteamento enérgico e descontrolado de si próprio. Confusão desorganizada. Perda de sentido. Decadência. Engasgar com o próprio vômito. Perda parcial de memória – total – (memórias falsas). Inexistência contraditória. Contradição impessoal. Letras e frases que se arrastam. Inconcebível interpretação. Fluxo desordenado de ideias, loucura. Demência controlada pelo medo. Medo inexistente. Esconderijos visíveis, esquisofrenoide. Pleonasmo. Sem fôlego, até o momento em que as coisas fluem, até o momento em que elas decidem pegar no tranco, até o momento em que nos esquecemos de quem somos. Assim, alegrando-se indevidamente da tolice de ser, sem ser um ser, somos. Papéis irreais. Sonhos irreais, letras sujas. Nem um pingo de nobreza escorre… Inadvertidamente lamentável. A angústia de ser incompleto. 8 ou 80. Quem tudo quer nada tem. Marcas indeléveis. Definitiva em um ser irreal. Fantasmagórico. Intermitentemente constante. Contraditório. Pleonástico. Indefinível. Impessoal. Terceira pessoa do singular. Jogado em um canto, do avesso. Imprecisamente prescindível. Lembre-te, o que há de grande em ti, morre contigo. Há almas que nunca se descobrirão, a não ser que se principie por inventá-las. Insensatez. Incoerência. De minha parte, poupá-lo-ei. Ele não se poupará. Auge doentio. Caos. Irrefletidamente cansado. Decididamente anulado. Conclusivamente despedido. Naturalmente enterrado. Que desse resto de qualquer coisa ignóbil possa eclodir… nada vale a pena em rebanho.

Anúncios
Esta entrada foi postada em Gean.

Um comentário em “Verfall

  1. Amanda Reznor disse:

    Oi, Jean! ^^

    Minorias admiram esse estilo sintético, uma visão poética de uma monografia subjetiva, fluxo de consciência que marca um momento depressivo, uma agonia. Pode remeter a uma série de cenas. Um suicida, um mal-amado, um pessimista, uma pessoa amargurada.

    Eu gostei =]

    Bjs,
    Amanda Reznor

Comentem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s