Sinnestäuschung

Alucinação

Como é bom estar perdido. Jogado em algum canto da cidade segurando em uma das mãos um copo de bebida e na outra um cigarro. Sem rumo, sem moral, sem se importar com o que é certo ou errado, sem acreditar em nenhuma das inúmeras bobagens inventadas por alguma gente besta. Estar perdido, no sentido em que digo, é estar limpo, é o tempo que estamos construindo para nós o nosso conjunto de modus operandi. Que belo tempo, muitas vezes estragado por coisas insignificantes. Como é preciso, para mim, renovar sempre esse sentimento de angustia e desespero. Para mim o vazio é indiscutivelmente essencial. Como começar a pensar sem estar vazio? Pronto para ser uma memória RAM. Pronto para esquecer. De que vale tudo? Às vezes brinco de ser um HD, digo antecipadamente que não dá muito certo.

Anúncios

Kinder auf irgendwo

Crianças em qualquer lugar

L estava na janela, comia um pedaço de chocolate, o melhor chocolate do mundo aliás. Estava bem lá no alto, mas não tão alto a ponto de não conseguir ver o rosto das pessoas que passavam. Do nada surgiram algumas crianças gritando “Jogue esse chocolate para nós!” L viu aquilo e imediatamente jogou o chocolate todo, mas de tal modo que caiu no abismo, sendo que todas as crianças se jogaram nele em prol de comer do chocolate. “É”, pensou L, “mais vale um momento de gozo do que uma vida de…” Aproveitou para se jogar direto no abismo […]