Über Wahrheit und Lüge

Sobre a verdade e a mentira

– a saber…?
– Cada um tem suas necessidades. Se a filosofia fosse um banquete e eu um conviva, diria que estou satisfeito e estou apenas apreciando a tagarelice dos demais.
– E tu não “fala” nada?
– Só observo e me deleito.

Sobre a mentira

Por que haveríamos de ser filósofos se podemos ser poetas? Nunca gostei da verdade, somos filhos da mentira. Gostamos de mentir e gostamos que mintam para nós, construímos assim, ao longo de algumas dezenas de séculos nosso mundo, nossa civilização, nossa moral, por que recusamos a aceitar a mentira como algo prazeroso sem disfarçar? E ainda somos ingratos com o substrato do nosso ser, chamamos ao pai da mentira: diabo. Nunca paramos de cuspir ao prato que nos alimenta. Deixemos de ser filósofos e nos tornemos poetas. Os filósofos fazem as mentiras parecerem verdades já os poetas fazem a mentira parecer bela.

Sobre a verdade

O que falar sobre a verdade? O que falar sobre uma moça despossuída de beleza e vaidosa que não aceita uma observação atentando-se ao fato de sua compleição física não ser bela? Não adianta mascarar o que não é; após estar despida e depois de se banhar, tudo será como sempre foi.

Dos sábios célebres 

“Todos vós, ó sábios célebres, tendes servido o povo e a superstição do povo, e não a verdade! E é precisamente por isso que vos têm honrado.

“Porque a verdade está onde está o povo! Desgraçado, três vezes desgraçado aquele que investiga!” Eis o que em todos os tempos se tem repetido.

Queríeis justificar a veneração do vosso povo: a isto chamastes “desejo de verdade”. Ó! sábios célebres!

E o vosso coração disse sempre: “Eu saí do povo: dele me veio também a voz de Deus”.    

Nietzsche

Sobre a mentira (bis)

O que seria a mentira se não a beleza do mundo, tudo quanto é considerado belo e que nos faz acreditar nas nossas ilusões?

Provocações

“Supondo que a verdade seja uma
mulher – não seria bem fundada a suspeita de que todos os filósofos, na
medida em que foram dogmáticos, entenderam pouco de mulheres?”

“Enquanto o padre, esse negador, caluniador e envenenador da vida por profissão for aceito como uma variedade de homem superior, não poderá haver resposta à pergunta: Que é a verdade? A verdade já foi posta de cabeça para baixo quando o advogado do nada foi confundido com o representante da verdade.”

Nietzsche

Anúncios

2 comentários em “Über Wahrheit und Lüge

  1. Renato Luiz Menze disse:

    Certamente, a verdade ou a mentira está no entender, de quem com elas locupleta!

Comentem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s